Subir 
Photo by Iva Rajović on Unsplash 10 abril, 2020

O que torna uma cidade sustentável?

O conceito não é novo, mas até hoje a dúvida ainda surge quando falamos em normas formas de vivência e organização social. Você sabe o que é uma cidade sustentável? E além disso: sabe o que uma cidade precisa para ser enquadrada no conceito sustentável? 

Conceitualmente, todo ambiente que prevê uma organização de padrões e diretrizes para melhorar a gestão de uma zona urbana e prepará-la para as gerações futuras, pode ser considerado sustentável.

Ou seja, rever hábitos, formas de consumo de produtos e fontes de energia, visando o bem-estar das próximas gerações.
De forma mais técnica, no que se refere à formatos de gestão populacional, para ser sustentável, a administração pública, como governos estaduais e municipais, devem considerar três pilares: responsabilidade ambiental, economia sustentável e vitalidade cultural.

Todos os três pilares citados anteriormente devem coexistir de maneira que alguns objetivos específicos sejam alcançados, de acordo com as diretrizes da chamada “Agenda 2030”, que, entre outras coisas, visa estabilizar problemas como a poluição e o desperdício de recursos naturais.
Além disso, é importante que as cidades ofereçam:

  • Reaproveitamento e destinamento correto de resíduos sólidos;
  • Água de qualidade sem esgotar mananciais;
  • Reaproveitamento da água da chuva em larga escala;
  • Criação e utilização de fontes de energia renováveis;
  • Transporte alternativo e de qualidade para a população;
  • Opções de cultura e lazer, de preferência, gratuitas.

Segundo dados do estudo realizado pelo instituto de consultoria Arcadis, da Holanda, em 2017, a cidade de Curitiba, PR é a mais próxima do conceito sustentável no Brasil. No restante do mundo, as cidades mais sustentáveis do são:

  • Zurique, Suíça
  • Estocolmo, Suécia
  • Viena, Áustria
  • Londres, Inglaterra
  • Frankfurt, Alemanha
  • Seul, Coreia do Sul
  • Praga, República Checa
  • Munique, Alemanha
Tags: