Subir 
Santa Catarina: a nova casa da tecnologia e do empreendedorismo 20 maio, 2020

Santa Catarina: a nova casa da tecnologia e do empreendedorismo

A tecnologia e o empreendedorismo são ponto forte do estado. Conheça as principais regiões de polo tecnológico.

Com uma das maiores taxas de qualidade de vida do Brasil e destino cada vez mais procurado por turistas e jovens em busca de novas oportunidades de moradia e trabalho, Santa Catarina encanta por suas belezas naturais, diversidade cultural e um litoral badalado.

Muito além disso, o estado também tornou-se polo industrial e, mais recentemente, virou casa de empresas de tecnologia e inovação, dos mais diversos setores e portes.
Com suas atividades concentradas principalmente em empresas sediadas na Grande Florianópolis, Blumenau e Joinville, o pólo tecnológico de SC é conhecido pelo pioneirismo de diferentes tecnologias desenvolvidas.

Para se ter uma ideia da importância do segmento, somente em Florianópolis existem mais de 900 empresas voltadas para a tecnologia. O faturamento total chega a ser de 5,4 bilhões de reais, quatro vezes maior do que o retorno que o turismo traz.
A cidade conta com empresas de software e serviços, destacando-se também no segmento de hardware e equipamentos de alta tecnologia.

Conheça um pouco mais das três regiões de maior destaque no Estado:

Grande Florianópolis

Dentre os principais destaques da região está o trabalho desenvolvido na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), responsável pela formação de grande parte da mão de obra especializada em tecnologia.
Na instituição também estão disponíveis incubadoras de empresas de base tecnológica: CELTA, da Fundação Certi, e MIDI Tecnológico, da ACATE, e Sebrae-SC.

Blumenau

Blumenau é reconhecida nacionalmente como o Vale do Software. A indústria forte presente na cidade, especialmente têxtil, contribui bastante para esse destaque. São mais de 500 companhias, especialmente desenvolvedores de software. Sistemas para gestão empresarial, como ERPs, CRMs, frente de caixa e automação comercial são alguns dos principais produtos da região.

Joinville

Na maior cidade do Estado, o destaque fica por conta da presença de grandes indústrias, principalmente do segmento metal-mecânico e têxtil. Ainda, há uma larga quantidade de empreendedores da área de processamento de dados. Dentre as empresas que surgiram na região, estão a Datasul e a Logocenter, que foram, mais tarde, adquiridas pelo grupo nacional TOTVS

E como um estado tão fortalecido pela agricultura e turismo transformou-se em pólo tecnológico? Ainda que, de certa forma, atividades ligadas à tecnologia e ao empreendedorismo sempre tenham existido em Santa Catarina, alguns pontos foram de extrema importância para que o Estado tenha se fortalecido no ramo.

Em 2015, por exemplo, representantes dos centros tecnológicos catarinenses receberam treinamento do Stanford Research Institute (SRI), Instituto de Pesquisas californiano. Um dos primeiros grandes esforços dos governos para incentivar de forma direta o empreendedorismo, a inovação e a tecnologia na região. A presença de programas universitários, fundos de investimento e escritórios de contabilidade e advocacia com apoio especializado, formam um ambiente que colabora para a inovação. Além disso, a troca direta entre startups, grandes empresas e  universidades fortalece o ecossistema.

Por fim, é importante ressaltar que o incentivo ao empreendedorismo tecnológico no Estado traz muitos benefícios para a região. Dentre eles:

  • Apoio de investidores aos novos empreendedores, gerando maiores e melhores oportunidades de negócio;
  • Geração de novos empregos e aceleramento de carreiras;
  • Maior diversidade e troca de informações, graças à convivência com profissionais de outras regiões.
  • Aumento de salários, possibilitando também o crescimento das taxas de qualidade de vida;
  • Maior movimentação da economia local e nacional.
Tags: